top of page

BLOG VITGOLD

  • Foto do escritorVitgold

Conheça os nutrientes que são essenciais para os olhos.

Atualizado: 4 de jan. de 2023

Resumo da Matéria:


  • Os olhos precisam de antioxidantes que ajudem a reduzir ou pelo menos desacelerar o processo de desgaste.

  • Há várias patologias relacionadas à saúde ocular, como exemplo a cegueira, degeneração macular relacionada à idade (DMRI), estrabismo, miopia, glaucoma, catarata, entre outras.

  • Seus olhos bem cuidados com nutrientes indicados para manutenção e melhora da saúdeocular: luteína, zeaxantina, vitaminaE, omega3, vitaminaC, zinco, cobre, astaxantina.

  • Uma boa nutrição é importante em todas as idades e vital para todo o seu corpo. Lembre-se da importância de ter um acompanhamento profissional em caso de doenças diagnosticadas.


Para manter a saúde do olho é preciso estar atento aos alimentos que ingerimos para que não falte nenhum nutriente indispensável. Os olhos precisam de antioxidantes que ajudem a reduzir ou pelo menos desacelerar o processo de desgaste, que pode ocorrer naturalmente com a idade e auxiliar no tratamento de algumas doenças relacionadas à visão.

Os olhos têm lentes naturalmente claras para permitir a passagem da luz, que é um componente chave na percepção da imagem. 


A catarata por exemplo, ocorre quando há perda de transparência do cristalino, lente natural, cuja função é propiciar o foco da visão em diferentes distâncias. Isso pode resultar em turvação e redução da entrada de luz, o que, por sua vez, pode levar a problemas de visão. Há várias patologias relacionadas à saúde ocular, como exemplo a cegueira, degeneração macular relacionada à idade (DMRI), estrabismo, miopia, glaucoma, catarata, entre outras.


A luz, os raios ultravioleta e a nutrição são fatores importantes nesse processo. Quando queimamos a pele, nossos olhos também podem ficar afetados, irritados, secos, inclusive pode ocasionar lesões na retina.

Há alguns nutrientes importantes que devem estar presentes em nossa alimentação, conheça alguns deles.


Ômega 3 (EPA e DHA)

É um nutriente anti-inflamatório que protege contra a síndrome do olho seco e degeneração macular relacionada à idade, além de diversos outros benefícios já comprovados à saúde.


O olho seco devido à disfunção lacrimal pode causar sintomas desconfortáveis como olhos vermelhos, visão borrada, lacrimejamento levando à diminuição da qualidade de vida. A dieta ou suplementação do ômega 3 é, inclusive, parte do tratamento dessa doença.


No caso da DMRI foi comprovado que ele, além de prevenir o aparecimento da doença, evita a progressão desacelerando as alterações, sendo, hoje, recomendado no tratamento. 


Pelo fato de nosso organismo não produzir o ômega 3, temos que ingerir alimentos ricos nesse ácido graxo, encontrado em peixes como sardinha, salmão, arenque, castanha, avelã, óleo de linhaça ou ingestão de cápsulas.

Zeaxantina e Luteína

A Zeaxantina e Luteína são carotenoides essenciais para a preservação da mácula ocular e para evitar problemas de visão relacionados à velhice.


A alimentação rica em zeaxantina e luteína reduz as chances de doenças oftalmológicas como a catarata e a degeneração macular, males relacionados à idade e que levam à cegueira. Uma vez que os olhos não produzem naturalmente luteína e zeaxantina, é importante aumentar a ingestão diária


Estes carotenoides estão presentes nas frutas e legumes amarelo-alaranjados e nos vegetais verde-escuros, como couve e espinafre.


Vitamina E

A DMRI é hoje a principal causa de cegueira em idosos nos países desenvolvidos.  A vitamina E é fundamental contra os danos oxidativos em nossas células e também é usada como coadjuvante no tratamento da degeneração macular, além de ser importante para postergar a catarata.


Podemos encontrar a vitamina E em nozes, leite,

trigo, vegetais verdes, óleos vegetais e gema de ovo.


Zinco

O zinco é necessário para o crescimento e manutenção do corpo humano, sendo necessário para a função imune, curar de feridas, para a coagulação sanguínea, a função da tireoide e muito mais.


O zinco desempenha um papel fundamental na manutenção da visão, estando presente em altas concentrações nos olhos. A deficiência de zinco pode alterar a visão, prejudicando principalmente a saúde da retina (parte de trás do olho onde a imagem é formada).


Os alimentos como carnes, frutos do mar, laticínios, nozes, legumes e grãos integrais oferecem níveis relativamente altos de zinco.


Vitamina C

Essa vitamina também funciona como antioxidante, combatendo radicais livres, prevenindo a catarata e auxiliando no tratamento dos portadores em estágio avançado de DMRI. A vitamina C pode ser encontrada em frutas cítricas, tomate, vegetais folhosos verde-escuros, pimentão etc.


Astaxantina

É um carotenoide com grande  atividade antioxidante, que tem demonstrado importante função na modulação de funções biológicas relacionadas à peroxidação lipídica, desempenhando efeitos benéficos em doenças crônicas, entre elas a degeneração macular.  Alguns estudos indicam que a ingestão de astaxantina pode reduzir a fadiga dos olhos, protegendo-os da vista cansada. A astaxantina tem sido citada como o principal carotenoide em peixes, como salmão e truta, assim como na maioria dos crustáceos.


Cobre

O cobre é um mineral considerado essencial para o organismo. Ele é um oligoelemento, elemento químico essencial para os seres vivos encontrado em baixa concentração, porém de fundamental importância.


Nosso organismo não consegue produzir o cobre, ele é obtido por meio da alimentação. Sua função é evitar a morte de células no fundo do olho e a degeneração macular.


O cobre é um mineral que está presente nos cereais integrais, nas frutas secas, cacau em pó, lentilha, nozes, ostras e mariscos.


O que dizem os Estudos Científicos?

.

O Zinco modula a resposta imune e exibe atividade antioxidante e anti-inflamatória (JAROSZ et al., 2017), exerce papel fundamental na defesa do organismo, influenciando a proliferação e maturação das células de defesa (FERNANDES et al, 2011), diminuindo assim a incidência de infecções, melhorando a defesa e o aumento da resistência aos agentes patogênicos (PRASAD et al., 2007; FERNANDES et al., 2011).


Luteína e Zeaxantina: Esses dois carotenoides possuem efeitos benéficos na prevenção e progressão da degeneração macular, induzida pelo envelhecimento (JAGER et al., 2008). A luteína e a zeaxantina se concentram, exclusivamente, na retina o que favorece a sua proteção contra a catarata relacionada à idade (LACKSHMINARAYANA et al., 2013). Os mecanismos para os efeitos positivos da luteína e zeaxantina sobe a catarata relacionada à idade se deve às propriedades antioxidantes e de filtragem de luz azul (CHITCHUMROONCHOKCHAI et al., 2004).


A deficiência de Vitamina A tem repercussões que afetam as estruturas epiteliais de diferentes órgãos, sendo os olhos os mais atingidos. A Vitamina A é essencial ao crescimento e desenvolvimento do ser humano. Atua também na manutenção da visão, no funcionamento adequado do sistema imunológico (defesa do organismo contra doenças, em especial as infecciosas), mantém saudáveis as mucosas (cobertura interna do corpo que recobre alguns órgãos como nariz, garganta, boca, olhos, estômago) que também atuam como barreiras de proteção contra infecções. https://bvsms.saude.gov.br/deficiencia-de-vitamina-a-2/


Uma boa nutrição é importante em todas as idades e vital para todo o seu corpo. Lembre-se da importância de ter um acompanhamento profissional em caso de doenças diagnosticadas.

Siga as nossas redes sociais para acompanhar as atualizações.

Instagram: @vitgoldbrasil e Facebook: @vitgoldoficial



Extraído e adaptado de:



520 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Opmerkingen


bottom of page