BLOG VITGOLD

  • Vitgold

Menopausa ou Climatério, você sabe o que é?

Atualizado: Jul 12

Resumo da Matéria:

  • A Menopausa/Climatério significa que a mulher esgotou seu estoque de óvulos, marcando o fim da fase reprodutiva.

  • Muitas mulheres passam por esta fase sem queixas ou necessidade de medicamentos, porém todas devem ter acompanhamento médico.

  • A terapia hormonal pode ser utilizada sempre que houver indicação médica. Hábitos mais saudáveis também auxiliam: alimentação adequada, suplementação, atividade física, levam a uma melhor qualidade de vida.

  • Nutrientes que ajudam: cálcio, magnésio, zinco, selênio, vitaminas K, E, C e D, triptofano, ácidos graxos (ômega3, 5 e 9) e vitaminas do Complexo B.


A menopausa é o nome dado à última menstruação, que geralmente acontece entre 45 e 55 anos, marcando o fim da fase reprodutiva da vida da mulher. Isso significa que ela esgotou seu estoque de óvulos, que foram liberados desde a puberdade, mês a mês, ao longo de 30, 35 anos.


O período que se segue após a cessação da menstruação é chamado de climatério.


O climatério é definido pela Organização Mundial da Saúde como uma fase biológica da vida que compreende a transição entre o período reprodutivo e o não reprodutivo da vida da mulher.


Muitas mulheres passam por esta fase sem queixas ou necessidade de medicamentos. Outras têm sintomas que variam na sua diversidade e intensidade. No entanto, em ambos os casos, é fundamental que haja um acompanhamento profissional visando à promoção da saúde e uma melhor qualidade de vida.


Terapia Hormonal

A maior consequência da menopausa é a perda da capacidade de produzir um hormônio feminino muito importante: o estrogênio. Esse fator é responsável pelos sintomas desagradáveis deste período e, a longo prazo, pode também comprometer a saúde cardiovascular. Os sinais e sintomas do climatério atingem entre 60 a 80% do público feminino.


O início, a duração e a intensidade dos mesmos, variam de mulher para mulher, porém são alvos de queixas frequentes, que afetam diretamente a sua qualidade de vida, como: ondas de calor (fogachos), sudorese noturna, secura vaginal, incontinência urinária, alteração de libido, dor na relação sexual, insônia, alterações de humor.

A terapia hormonal pode ser utilizada sempre que houver indicação médica. Mas também deve-se agregar outras opções de tratamento que inclui hábitos mais saudáveis, alimentação adequada, suplementação, atividade física, entre outras coisas, para assim a mulher ter uma melhor qualidade de vida.


Alimentação adequada ajuda

A promoção da alimentação saudável e a manutenção do peso adequado são importantes para a manutenção de todas as funções do organismo. Esta é uma fase em que o crescimento e o desenvolvimento orgânico já se efetivaram e a alimentação estimulará e manterá o funcionamento adequado dos diversos órgãos e sistemas.

Ah e vale ressaltar que o consumo inadequado de alimentos pode contribuir para agravos, como a osteoporose que é muito comum em mulheres na fase da menopausa.


Isso é intensificado por causa do desequilíbrio hormonal desse período, que resulta principalmente na queda da produção de estrogênio, que entre outras coisas, atua como uma proteção natural aos ossos da mulher.

Diante disso, nem precisamos dizer o quanto o cálcio é um nutriente importante para as mulheres, mas também vamos abordar outros que irão auxiliar no alívio dos sintomas e na melhoria da qualidade de vida.

Cálcio

É um mineral importante para a constituição da massa óssea e se não consumido adequadamente pode acarretar futuras doenças sendo a osteoporose uma das mais relevantes. Se a mulher já tiver osteoporose, o consumo correto de cálcio pode auxiliar no atraso do progresso da doença.


Fontes alimentares: Leite e derivados, soja, tofu, folhas verdes escuras, brócolis.


Magnésio

É essencial para o bom funcionamento do tecido nervoso, muscular e ósseo.


Converte a vitamina D à forma ativa e participa como cofator de mais de 300 reações bioquímicas do organismo. O magnésio é importante no combate a insônia e na manutenção do humor.


Fontes alimentares: Tofu (queijo de soja), gérmen de trigo, frutas secas, cereais integrais (aveia), lentilha, ervilha, amêndoas, arroz integral, espinafre, abobrinha, verduras.

Zinco

Age no crescimento ósseo e protege contra a perda de massa óssea, sendo também importante para a função neuronal e cutânea.


O zinco é essencial para a digestão e absorção de nutrientes no trato digestivo, modula a ação de vários hormônios no organismo, inclusive estrogênio e tem papel ativo na produção celular leucocitária para reação imunológica.


Fontes alimentares: Farelo de trigo, carne vermelha, peixes, mariscos, gema de ovo, cereais integrais, espinafre, nozes, semente de girassol.


Selênio

É um excelente antioxidante que auxilia na prevenção de arteriosclerose (endurecimento das artérias) e na produção de hormônios esteroides.


O selênio possui papel essencial na proteção das células contra o envelhecimento, com ação anti-inflamatória;


Fontes alimentares: Castanha-do-pará (Brasil), milho, truta, escarola e cogumelos.


Vitamina K

Importante para ação da osteocalcina e ácido gama-carboxiglutâmico, ambos necessários para a produção dos ossos. A vitamina K também é essencial para produção dos fatores de coagulação e para a prevenção de acúmulo de cálcio nas artérias.


Fontes alimentares: Verduras em geral. Pequenas quantidades em cereais, frutas e carnes.


Vitamina D

Regula o metabolismo do cálcio e a calcificação óssea normal. É também cofator para o crescimento e a atividade das células neurais. Além disso é extremamente importante na manutenção do sistema imunológico.


A suplementação da vitamina D deve ser feita principalmente nas mulheres que não se expõem de forma adequada à luz do sol.


Fontes alimentares: Carne vermelha, frango, peixe, queijos, leite, manteiga, ovos.


Vitamina C

Manutenção do colágeno e tecido conjuntivo (ossos, cartilagem, pele, dentes). A vitamina C auxilia na formação de neurotransmissores, melhorando assim a alteração do humor.


Participa do metabolismo do colesterol e diminui a oxidação da LDL. Estimula o sistema imune por meio de sua ação antioxidante, prevenindo infecções.


Fontes alimentares: Acerola, caju, goiaba, limão, kiwi, laranja, pimentão, verduras em geral.


Complexo B

As vitaminas do complexo B funcionam como coenzimas em inúmeras reações bioquímicas, atuando na diminuição da ansiedade, depressão e ondas de calor. São necessárias para o bom funcionamento do sistema nervoso, ósseo e tecido conectivo, aumentando a formação de osteocalcina.


Diminuem a formação de placas de ateroma, auxiliam a produção de ácidos graxos e esteroides e são essenciais na composição das células vermelhas. As principais são: Vitamina B1, B2, B3, B6, B12


Ácidos graxos insaturados (Ômega 3,6 e 9)

Agem na manutenção da atividade neuronal, melhorando a ansiedade e as ondas de calor. Auxilia na melhora da inflamação, regulam a produção e ação tecidual dos esteroides, mantendo a conservação da nutrição essencial da pele e da vagina.


Fontes Alimentares: Semente de linhaça, azeite de oliva, óleo de peixe.

Vitamina E

É um potente antioxidante que auxilia na melhora das ondas de calor e na prevenção de formação de placas de gordura nas artérias. A vitamina E tua na manutenção dos tecidos de sustentação e pele.


Fontes Alimentares: Óleos vegetais, gérmen de trigo, cereais integrais, castanhas, sementes, abacate, vegetais folhosos, kiwi.



Triptofano

É um aminoácido que pode ser utilizado para aumentar a produção de Serotonina (hormônio do bem-estar) e melatonina. Estes podem melhorar sintomas como a irritabilidade e o sono.


Fontes Alimentares: é encontrado em grande quantidade no grão de bico, quinoa e amaranto.

É importante manter uma ingestão de alimentos variados que supram as necessidades de cada mulher, que mantenha uma boa quantidade de cálcio e que reduza os sintomas da menopausa.


Já pode colocar no seu dia a dia os alimentos e/ou suplementos alimentares que são importantes nesse processo. Busque sempre um acompanhamento de um profissional de saúde.

Siga as nossas redes sociais para acompanhar as atualizações.

Instagram: @vitgoldbrasil e Facebook: @vitgoldoficial

Extraído e adaptado de:

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-52732003000200005

https://www.vponline.com.br/portal/noticia/pdf/913b7fa94cdbfdab60af239f36aba516.pdf

http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/manual_atencao_mulher_climaterio_menopausa.pdf



Posts recentes

Ver tudo