top of page

BLOG VITGOLD

  • Foto do escritorVitgold

Sabe o que é essencial para saúde e beleza de cabelos, pele e unhas?

A necessidade por saúde e qualidade de vida permeiam nossas escolhas, partindo do conceito que saúde e beleza não são definições distintas e que a partir do momento que se busca ter hábitos de vida saudáveis - com alimentação equilibrada, atividade física e sono preservado - estamos, consequentemente, no caminho certo.


A melhoria na saúde e na beleza são conceitos que precisam ser trabalhados juntos porque oferecem ao ser humano seu bem-estar físico e mental.

O período que vivemos durante a pandemia com o isolamento social e a perda de entes queridos acabou por gerar sentimentos de ansiedade, tensão e algumas sequelas da covid-19 como a queda de cabelo, alterações na pele e nas unhas, problemas que, infelizmente, se tornaram corriqueiros para a maioria da população.


Cuidados com a cabeça e o corpo.


Nosso organismo reage a todo esse processo trazendo prejuízos a saúde derivados de todo esse estresse a que é submetido, vindo a demonstrar várias alterações físicas e psicológicas como:

- Físicas - Aumento de peso; Queda de cabelo; Pele seca; Unhas quebradiças; Deficiências nutricionais.

- Psíquicas - Irritabilidade; Insônia ou Muito sono; Desânimo; Confusão mental; Depressão; Transtorno de ansiedade; Síndrome do pânico etc.

Dentro desse quadro desfavorável, a alimentação torna-se ponto-chave para a manutenção da saúde e o fortalecimento da imunidade.


Ansiedade, estresse e má alimentação têm causado um aumento da queixas de queda de cabelo, pele ressecada, envelhecida, além de unhas fracas e quebradiças. Mas calma, passa!


Pele e unhas saudáveis! Quem não quer?


A pele tem papel importante na autoestima, nas relações sociais e na qualidade de vida do ser humano.


Quando possuímos uma aparência jovem, saudável e bonita, nos sentimos mais confiantes e seguros para enfrentar a vida cotidiana e também sermos mais bem aceitos pela sociedade (SCOTTI; VELASCO, 2003).


Temos entre as vitaminas mais citadas na literatura para a pele, por possuírem ação antioxidante, as vitaminas A e C, pois combatem o excesso de radicais livres (moléculas que causam lesão/morte celular) e participam na manutenção da integridade das células, auxiliando na prevenção do envelhecimento cutâneo.


A vitamina A, conhecida como retinol, foi a primeira vitamina a ser reconhecida e faz parte do grupo das vitaminas lipossolúveis, essencial para o ser humano, sendo encontrada na natureza apenas em alimentos de origem animal, são principalmente fígado, gema de ovo e óleos de peixes.


As provitaminas A ou carotenoides, encontrados em alimentos de origem vegetal, o qual é amplamente conhecido e estudado em virtude de seu potencial antioxidante - o betacaroteno - contribui para preservar o colágeno, o qual ajuda pele, unhas e cabelos a ficarem mais saudáveis.


As melhores fontes de betacaroteno são: cenoura, abóbora, batata-doce, espinafre, couve, pimentão vermelho, mamão, caqui, manga, melão, melancia, damasco, goiaba e tangerina.


A vitamina C pode exercer efeitos importantes no antienvelhecimento, corrigindo perdas estruturais e funcionais da pele, pois ela está relacionada a regeneração da epiderme, tendo um efeito fotoprotetor na pele (BARROS, BOCK, 2012).


Entre suas diversas funções, a vitamina C atua como um excelente antioxidante sobre os radicais livres. As principais fontes alimentares de vitamina C são: acerola, caju, goiaba, morango, brócolis, tomate, laranja, mamão, dentre outros.


Ah! Os meus cabelos!



A queda de cabelos pode ter vários fatores, entretanto, o estresse altera o metabolismo e causa a queda dos fios com muita frequência, sendo a matriz do cabelo responsável pelo crescimento capilar.




Se as células desta região morrem por conta da inflamação neurogênica (liberação de substâncias químicas que atrai células inflamatórias para próximo das raízes dos cabelos), a partir deste momento, os cabelos começam a cair devido a esse processo inflamatório.

Segundo Lima, 2022 percebe-se a forte capacidade de indução de queda de cabelo após infecção pelo novo coronavírus. O aumento crescente no número de casos de ETA (eflúvio telógeno agudo)# após Covid-19 chama a atenção para as alterações metabólicas e inflamatórias desencadeadas pelo SARS-CoV-2.

Os casos, em menor número, porém de grande importância, de alopecia areata pós Covid-19, já nos chamam a atenção para os possíveis mecanismos na resposta autoimune dos indivíduos.

Além disso, não podemos esquecer do estresse emocional que afeta toda a população mundial, em decorrência das inúmeras consequências sociais e econômicas, que já é, por si só, um forte fator de ET.

Legenda: O eflúvio telógeno agudo (ETA)# trata-se de um tipo de queda de cabelo que foi descrita pela primeira vez em 1961 por Kligman. Pode ocorrer de forma leve ou intensa, chegando a atingir queda de mais de 600 fios por dia.


Segundo Karashima et al. 2012, o zinco é um mineral essencial, pois está presente em uma grande parte de nossos hormônios, moléculas sinalizadoras (mediadores químicos) e enzimas. Podemos citar algumas fontes alimentares de zinco são: chocolate amargo, sementes de linhaça, ostras, camarão, gema de ovo, leite integral, amendoim, castanha de caju.


No que diz respeito à saúde capilar o zinco é importante para a boa atividade de metaloenzimas, sinalização celular e imunomodulação, ações envolvidas na promoção do crescimento de um cabelo saudável e melhor controle da queda.


Um outro nutriente de grande importância é a biotina, vitamina que ajuda no crescimento das células, na produção de ácidos graxos, no metabolismo de carboidratos, lipídios e proteínas e na utilização das vitaminas do complexo B.

Além disso, é estável ao calor, solúvel em água, oxidada muito facilmente e importante para a saúde dos cabelos, unhas e pele, podendo evitar a queda de cabelos em alguns homens (PASCHOAL et al., 2008).

A biotina é geralmente conhecida como a vitamina que produz cabelos saudáveis e ajuda na prevenção do aparecimento de cabelos brancos.

As fontes alimentares de biotina são: nozes, amendoins, cereais, leite, gemas, salmões, carne de porco, sardinhas, cogumelo, couve-flor, abacates, bananas e framboesas.

Devido a correria do dia a dia deixamos de consumir alguns alimentos importantes para a nossa saúde e para mantermos uma aparência saudável, jovem e cheia de vigor. Nesse caso podemos acrescentar uma boa suplementação para atingir as necessidades nutricionais dos micronutrientes.

Saúde e beleza caminham juntas!

O ponto mais importante está na busca do bem-estar, que irá auxiliar também na saúde como um todo e principalmente na diminuição da queda de cabelo relacionada ao estresse.


Siga as nossas redes sociais para acompanhar as atualizações.

Instagram: @vitgoldbrasil e Facebook: @vitgoldoficial



Referências:






.

Karashima T, et al. Oral Zinc therapy for zinc deficiency-related telogen effluvium. Dermatol Ther. 2012; 25(2):210-213.










124 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page